em Blog

keep-calm

Emiliana

Quando comecei a minha “vida publicitária”, confesso que fui induzida pela ideia que muita gente tem de que no curso de publicidade a gente não tem que fazer cálculos. Como sempre tive dificuldade com as matérias de exatas, caí no conto do vigário. Me ferrei!

O tempo foi passando, abriram uma agência experimental na minha faculdade e eu me inscrevi. A única opção que eu não escolhi foi criação e foi justamente onde eu fui parar. Talvez seja fruto daquela coisa que a gente chama de destino.

Posso dizer que nesse período eu tive um décimo da ideia do que é trabalhar numa agência de publicidade. Até porque, lá tinha um décimo dos clientes que tem na io!

Eu já imaginava, pelo que eu ouvia dizer, que o ritmo de trabalho seria mais acelerado, mas ao mesmo tempo, o que eu não imaginava era que eu teria a oportunidade de aprender tanta coisa. Até mesmo coisas que eu nem sabia que existiam.

Para mim, só se sabe verdadeiramente o que é fazer publicidade, ou viver para ela, quando se tem a oportunidade de trabalhar em uma agência. O ambiente e as pessoas são diferentes. É possível tirar inspiração de vários lugares e situações.

Não conheço muito do mundo publicitário ainda, sou estagiária, mas pelas experiências que eu tive cheguei à conclusão de que, talvez, os publicitários devam viver uma relação de amor e ódio com o mundo, torcendo para que o amor prevaleça e não seja necessário matar ninguém rs (brincadeira)

Bom, o que eu posso dizer é que sou muito grata a tudo que aprendi até agora nesse tempo trabalhando na agência e que, principalmente, sou grata por ainda não terem me mandado fazer café!

 

Matheus

Desde quando entrei no Ensino Médio já estava certo que entraria para a faculdade de publicidade, depois de assistir ao programa Reclame não tive mais dúvidas. Cannes, ideias incríveis e dinheiro.

Quando entrei no curso percebi que as coisas não seriam tão fáceis quanto eu imaginava. E tem matemática!

Aprendemos que a criatividade não é apenas um dom. É necessário estudos. E agora trabalhando na agência vejo como é verdade. Na faculdade, pelo menos, a gente tem alguns dias ou semanas para criar uma peça rsrsrs

Sendo essa a minha primeira experiência na área, não tenho do que reclamar. Além do bullying típico contra estagiários.

A cada dia aprendo mais e posso dizer que é isso que eu quero para a minha vida. E um leão, é claro!

Comentarios

Comentarios

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

%d blogueiros gostam disto: